Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Ceará promove mais de 13 mil policiais e bombeiros militares em três anos
Sex, 22 de Dezembro de 2017 08:54


O Governo do Ceará selou, nesta quinta-feira (21), a promoção de mais policiais e bombeiros militares, em cerimônia realizada no Centro de Eventos do Ceará. No total, 1.847 profissionais ganharam a ascensão nas carreiras. Com isso, o Estado encerra 2017 atingindo a marca de 13.373 beneficiados com novas patentes em três anos.  O número representa mais de 60% do efetivo atual nas fileiras das duas corporações reunidas.

A constante de promoções foi possibilitada pela lei que permite o fluxo contínuo nas carreiras das corporações, de autoria do governador Camilo Santana e que entrou em vigor em 2015. A legislação era reivindicação histórica das forças militares do Ceará e hoje contempla a todos aqueles que cumprem o período mínimo de permanência em cada patente (interstício), estabelecendo andamento regular e automático aos militares ao longo das carreiras.

A solenidade de promoção desta quinta-feira contou com a presença de Camilo Santana, acompanhado do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, dentre outras autoridades de segurança e lideranças políticas do Estado.


O governador lembrou que, somente no primeiro ano da lei, em 2015, foram promovidos quase 10 mil policiais. Ele argumentou que a novidade veio para trazer ânimo e motivação aos efetivos, que não passarão mais por longas esperas e incertezas de ascensão.

“Nós fizemos a lei em 2015, e ela foi aprovada pela Assembleia Legislativa. De lá para cá, nós já promovemos mais de 13 mil bombeiros e policiais militares em todo o Ceará. Isso é uma forma de reconhecimento e valorização dos nossos profissionais da Segurança Pública do Ceará. Era uma reivindicação antiga. A cada ano, agora se torna uma realidade. Isso cria mais estímulos para todos exercerem suas funções. Nem sempre o reconhecimento é só salarial. Também há a autoestima do profissional, que é melhorada”, disse Camilo.

Entre os presentes no evento, estiveram a secretária da Justiça e Cidadania, Socorro França, o deputado federal Cabo Sabino, comandante da Polícia Militar, coronel Ronaldo Viana, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Heraldo Pacheco, e o chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart.

Felicidade e disposição


Posicionada com firmeza em uma das filas de profissionais a serem promovidos, a policial militar Paula Priscila compartilhava sorrisos com os colegas. Era o semblante de satisfação pelo reconhecimento de seu trabalho que a tomava de conta. Paula foi promovida para cabo da PM.

“A felicidade é total. Essa é uma motivação a mais que nós temos, pois antes as promoções demoravam bastante. A lei foi de extrema importância para gente ter esperanças. A promoção passada, eu acompanhei como espectadora, e agora chegou a minha vez. Estou muito animada”, testemunhou a jovem.


A espera de 20 anos acabou para o bombeiro militar Hans Rabelo. O profissional experiente recebeu a sonhada promoção para tenente-coronel. Segundo ele, o orgulho de alcançar o sucesso na corporação é sentido por todos que hoje ocupam os cargos militares. “Essa lei trouxe justiça para aqueles que, como eu, prestaram serviço durante anos em busca do reconhecimento e ascensão na carreira. Foi uma ação de grande importância do Governo do Ceará”, ressaltou.

Resultados

O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, destacou que neste ano as Forças de Segurança têm colhido frutos dos investimentos e incentivos proporcionados pelo planejamento do Governo.

“Nunca houve tanto empenho e tanta produtividade dos policiais nas ruas, sejam policiais militares ou policiais civis. Falamos hoje de mais de 650 armas apreendidas todos os meses no Ceará. Só de prisões em flagrante de homicídio, assalto ou tráfico, são mais de 1.400 ao mês. Nunca se aconteceu neste volume no Estado. Tudo isso é resultado de mais abordagens, mais operações, mais mandados de prisão. E temos aí esses dados de agora que reforçam maior motivação aos profissionais”, pontuou o secretário.

Investimento

A repercussão anual na folha de rendimentos do Estado com as promoções de 2017 é de aproximadamente R$ 12 milhões apenas com a diferença salarial dos agraciados.

Lei muda perfil das corporações

Assinada pelo governador Camilo Santana em 22 de abril de 2015, a lei que permite as promoções foi aprovada por unanimidade pelos deputados e sancionada no dia 25 de maio, durante a solenidade de comemoração dos 180 anos da Polícia Militar do Ceará. A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais. Apenas 29 militares seriam beneficiados em 2015 sem a existência da lei.
Uma novidade da lei é a instituição das Promoções Requeridas, por meio das quais os militares recebem uma graduação final ao se aposentarem das respectivas carreiras. Do total de promoções deste ano, 150 serão na modalidade Requerida, enquanto que 1.697 por merecimento e antiguidade.

Saiba mais

Durante o evento, o Batalhão de Choque da Polícia Militar homenageou a cantora cearense de forró Solange Almeida com o título de madrinha da força de segurança do Estado.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Janeiro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3