Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Ceará Pacífico: Pacto instala Território e Uniseg IV no Grande Bom Jardim
Seg, 11 de Dezembro de 2017 08:52



A população do Grande Bom Jardim recebeu importante reforço nas ações sociais e de policiamento do Pacto por um Ceará Pacífico. Neste sábado (9), o Governo do Ceará implantou na região um Território do Pacto e a 4ª Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) da Capital.

O governador Camilo Santana participou do evento, acompanhado da vice-governadora e coordenadora do Pacto, Izolda Cela, do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e do vice-prefeito Moroni Torgan, além de outras lideranças políticas estaduais e municipais.

Trabalho na comunidade

O Território do Grande Bom Jardim realizará trabalhos na Segurança Pública social para os bairros Granja Lisboa, Granja Portugal, Siqueira, Canindezinho e Bom Jardim, com planos voltados à redução da violência, em parceria com a comunidade e através da realização de seminários territoriais.

Dentro da proposta, serão executadas por Governo do Ceará e Prefeitura de Fortaleza: reforma de escolas e praças da região; construção de Areninhas; reestruturação das Vilas Olímpicas; ampliação de vagas para jovens em projetos sociais, de cultura e arte, de saúde e de inserção no mercado de trabalho; urbanização e pavimentação de vias; entre outras ações.

O governador Camilo Santana destacou o esforço integrado entre Estado e Município para transformar a realidade social de localidades de alta vulnerabilidade, com políticas voltadas a melhorias das condições de vida da população e geração de oportunidades.

“O que estamos vendo hoje é o esforço que o Estado tem feito em parceria com a Prefeitura de Fortaleza. Estamos implantando mais um Território do Ceará Pacífico, com integração e o reforço policial. Estamos mais do que dobrando o efetivo da Polícia Militar, mais do que triplicando o número de viaturas, implementando motos, que antes não tinha, bases móveis. Então há um trabalho de aumentar a presença de Polícia Militar, Civil e Bombeiros no bairro, mas também a ênfase nas ações urbanas e voltadas ao social. O problema da violência não é só da polícia. As raízes do problema estão nas desigualdades sociais, a falta de oportunidades para os mais pobres”, afirmou Camilo.

Esta é a segunda iniciativa em Fortaleza (após o Grande Vicente Pinzon, que reúne os bairros Vicente Pinzon, Mucuripe e Cais do Porto). O próximo Território previsto para ser instalado é o de Sobral, na Zona Norte, no sábado (16).

Educação e polícia com a comunidade

Vice-governadora de coordenadora do Pacto por um Ceará Pacífico, Izolda Cela identificou como ponto crucial das forças de segurança, nos Territórios e Unisegs, a aproximação de policiais e bombeiros do cotidiano da comunidade, ampliando a confiança mútua. Segundo ela, a pacificação passa pelo desenvolvimento humano e no investimento reforçado em ações socioeducativas, nas ruas e nas escolas públicas.

“O trabalho que as forças de segurança apresentaram tem como carro-chefe o policiamento comunitário, que é mais efetivo. Junto a essa aproximação vem também a série de ações para que jovens tenham mais oportunidades e garantam um futuro melhor. Essa transformação não vem num passe de mágica, mas trabalhamos com planejamento, empenhados por resultados. Só assim teremos chance nessa luta contra a violência”, disse.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, reforçou que a polícia mais próxima da comunidade envolverá patrulhas específicas para trazer mais tranquilidade e diminuir episódios de violência na vida dos moradores dos bairros do Grande Bom Jardim.

“Uma equipe exclusiva para patrulha nas escolas. De segunda a sexta ela acompanha entrada e saída de várias escolas, faz visitação em salas de aula também. Temos também a patrulha Maria da Penha, que passa pelas casas para atender denúncias de casos de violência contra a mulher. Vamos oferecer esse trabalho de segurança voltado para a comunidade, de uma forma cada vez mais efetiva e presente”, explicou Costa.



Uniseg no Bom Jardim

Com a Uniseg no Grande Bom Jardim, a região passa a contar com reforço de policiamento ostensivo e comunitário e melhorias estruturais e nas ações da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense.

Centralizado na 2ª Companhia da Polícia Militar do 17º BPM, o efetivo foi ampliado, passando de 119 policiais para 254, com foco no policiamento comunitário. O número de viaturas da PM subiu de três para 10. A região agora conta, também, com uma Base Móvel de Policiamento Comunitário e nove motos. A Base Móvel fica em pontos estratégicos e é dotada de tecnologia para que vítimas possam registrar BOs.

A delegacia que cobre a área onde funcionará a Uniseg 4 é o 32º Distrito Policial (DP), que opera em regime 24 horas. Atualmente, a delegacia conta com um delegado, quatro escrivães e 14 inspetores. Esse efetivo será aumentado para seis delegados, 12 escrivães e 23 inspetores já a partir de segunda-feira (11). O Corpo de Bombeiros vai intensificar as ações sociais da corporação na região e a Perícia Forense realizará capacitação com os agentes de segurança da Uniseg para atualizar procedimentos em casos de isolamento de locais de crimes.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Janeiro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
31 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3