Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Mais de 10 mil veículos são abordados pelo BPRE durante feriadão nas estradas cearenses
Ter, 17 de Outubro de 2017 08:34


O trabalho de prevenção desenvolvido pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) durante o feriadão de 12 de outubro (que homenageia Nossa Senhora Aparecida – padroeira do Brasil) resultou em mais de 10 mil veículos abordados. Essas e outras ações foram realizadas pelo Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE), que desenvolveu uma operação das 17 horas de quarta-feira (11) até as 23 horas do domingo (15), reforçando a segurança nas estradas cearenses durante o período, com fiscalização nas principais rodovias.

Os cearenses que viajaram pelo Estado para aproveitar o feriadão tiveram, em seu trajeto, o reforço de centenas de policiais militares e o auxílio de cães farejadores da PM na segurança. A operação foi mais intensificada na rodovia CE 040, na região de Aquiraz, devido ao fluxo intenso, mas os agentes do BPRE estiveram presentes nas demais CEs também. Ao todo, 10.260 veículos foram abordados pelos militares, como forma de prevenir acidentes e evitar a circulação de pessoas suspeitas ou portando objetos ilícitos. Os trabalhos resultaram nas apreensões de 190 veículos, 2.468 notificações e oito registros de Boletins de Ocorrência (BOs). Cinco transportes que haviam sido subtraídos foram recuperados.

Os militares atuaram em ações ostensivas como abordagens e blitze, com o auxílio de equipamentos como o etilômetro (conhecido como bafômetro) e 15 reboques, em 33 postos avançados, 23 postos fixos, com 46 viaturas e 38 motocicletas. Neste ano, a novidade foi a utilização de cães farejadores do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). “Foi a nossa primeira experiência com os cães e foi muito bom. Vamos repetir”, detalha o Tenente Coronel Ronaldo Silva, comandante do BPRE, considerando que o feriado foi tranquilo.

Ao todo, 31 acidentes foram registrados no feriadão, resultando em três vítimas fatais. Destas, duas eram motociclistas e estavam sem capacete. Para o coronel Ronaldo, a maior causa dos acidentes ainda é a imprudência. “Principalmente a desatenção (...). Apesar de toda fiscalização, a gente ainda encontra, muitas vezes, em nossas operações, pessoas que não usam o capacete”, alerta o comandante.

Mesmo com a elaboração de ações voltadas para a conscientização de motoristas sobre o risco de se misturar álcool e direção, existem ainda os que insistem na prática. Dos procedimentos policiais registrados, uma pessoa foi presa com base no artigo 306 do Código de Trânsito (conduzir veículo automotor, na via pública, sob a influência de álcool ou substância de efeitos análogos, expondo a dano potencial a incolumidade de outrem). Outros 55 motoristas foram autuados administrativamente pela recusa de soprar o bafômetro.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2