Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
BPRaio completa mais de mil apreensões de armas de fogo em território cearense em 2017
Qua, 11 de Outubro de 2017 08:38



O Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) já retirou mais de mil armas de fogo de circulação em toda a extensão do território cearense, neste ano. O número de apreensões foi alcançado no período de janeiro até o último dia 06 de outubro de 2017 e é reflexo da intensificação do trabalho especializado desenvolvido pelo Batalhão. Como parte das apreensões, há um revólver com capacidade para seis balas, que foi localizado com um homem acompanhado de uma mulher e duas crianças, na noite de ontem (09). O flagrante é um dos mais recentes realizados pelos “raianos”, como são chamados os policiais lotados no BPRaio, entre a tropa da PMCE.



Até a última sexta-feira (06), o BPRaio apreendeu um arsenal de 1.010 armas de fogo e mais 143 simulacros, que são réplicas de armas utilizadas como instrumentos de ameaça em ações criminosas como roubos. O número de apreensões é 96,9% maior do que o feito no mesmo período de 2016, quando foram apreendidas 513 unidades. As ações do tipo também se refletem em capturas de suspeitos, como no flagrante de ontem (09). O revólver foi encontrado com um homem identificado como David Raphael de Sousa Calandrine (22), que já responde a procedimento policial por receptação. Ele foi abordado pelos policiais militares, na Avenida Coronel Carvalho, em Fortaleza, quando trafegava em uma motocicleta de placa PMW 8493, com uma mulher e duas crianças. No momento da aproximação dos policiais, o homem demonstrou inquietação e logo assumiu estar armado – com um revólver municiado. Assim como David, outros 3.582 adultos e adolescentes foram capturados pelo BPRaio até o sexto dia deste mês de outubro, 40,9% maior do que no ano passado, quando foram capturadas 2.542 pessoas.

No mesmo intervalo de tempo, foram realizados 629 procedimentos por tráfico de drogas, contra 301 no ano anterior (+ 109%). O crescimento também foi registrado na quantidade de entorpecentes apreendidos. Em 2017, até o dia 06 de outubro, foram quase 100 quilos (99,932) de maconha, 20,168 de cocaína e 14,994 kg de crack. Já em 2016, as quantidades de drogas correspondem respectivamente a 84,634 kg, 8,172kg e 16,634 kg. Os valores apreendidos durante as ações policiais também subiram. Em 2017, os “Raianos” apreenderam R$ 532.921,85, contra R$ 229.080,15 no ano anterior.

Para o tenente coronel Márcio Oliveira, comandante do BPRaio, os números são reflexo do investimento do Governo do Estado na ampliação do Batalhão. “As estatísticas se devem a alguns fatores, como ao aumento da capacidade operativa do Raio, que vem sendo aumentada ao longo do tempo”. O oficial também descreve as particularidades do policiamento especializado como causas dos bons resultados: “As características desse processo de policiamento tático em motocicletas com a doutrina de atuação do Raio, como treinamento, seleção, motivação dos policiais, mobilidade, flexibilidade e rapidez, facilitam a entrada dos agentes em áreas onde viaturas com quatro rodas têm acesso comprometido. Isso simplifica muito as abordagens”, e continua: “A motivação do policial do Raio em realizar o maior número de abordagens possíveis em seu turno de serviço e a colocação dele em áreas críticas também proporciona esse número de prisões a apreensões. Todos esses aspectos aliados são muito favoráveis”, pontua o comandante.

O Batalhão do Raio é especializado no patrulhamento tático com motos e completou 13 anos de existência em março deste ano. É considerado o maior grupamento de motos do Brasil e cada vez mais tem sido procurado como modelo para as polícias de outros estados. Em maio deste ano, o comandante Márcio Oliveira realizou uma palestra para os militares atuantes no Rotam, que é o Batalhão de Rádio Patrulha com motocicletas e viaturas do Estado do Pará. A troca de experiências e conhecimentos entre policiais cearenses e de outras regiões brasileiras também é feita em território cearense. Diversos agentes de segurança como policiais e militares do Exército Brasileiro (EB), de vários locais do país, participam do treinamento realizado pelo Batalhão, no Ceará.

“Esse é o foco da atividade do Raio, é a nossa missão. É continuar produzindo o maior número de abordagens para contribuir no fortalecimento da segurança pública e do policiamento, na atenção de direta da Polícia ao cidadão”, Enfatiza o tenente coronel Márcio. O crescimento do território de atuação do Batalhão Raio foi iniciado no ano de 2015 e segue em continuidade. O policiamento especializado foi interiorizado, estendido para todas as macrorregiões do Ceará, está sendo fortalecido a partir deste mês em Fortaleza, já chegou a duas cidades da Região Metropolitana da Capital (Maracanaú e Caucaia) e segue com foco no alcance dos municípios com mais de 50 mil habitantes. O reforço do grupamento, que é considerado o maior do Brasil, é um compromisso de governo que vem sendo cumprido.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Outubro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31 1 2 3 4