Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
CE Pacífico: Alunos do Lutando pela Paz na Uniseg 3 são medalhistas em campeonato de Karate
Qua, 11 de Outubro de 2017 08:34


“Quero me tornar um grande atleta”. A declaração é do menino Francisco Cleverson Lisboa Rocha, de nove anos, que já começou a dar seus primeiros passos em busca do sonho. Ele e outras cinco crianças assistidas pelo projeto Lutando pela Paz, da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE), na Unidade Integrada de Segurança 3 (Uniseg 3), de Fortaleza, participaram da Copa ASKAE – promovida pela Associação de Karatê Equilíbrio, em parceria com a Federação Cearense de Karatê. O evento ocorreu, no último sábado (07), no Cuca do Mondubim. Cleverson e seus amigos participaram pela primeira vez de uma competição e, juntos, subiram ao pódium. Os seis alunos do projeto da PM do Ceará levaram alegria, vitória e oito medalhas para casa. A iniciativa é parte do Pacto por um Ceará Pacífico.

“Quando ganhei a medalha, fiquei muito feliz. Eu treinei muito. Treinei até em casa, sozinho”, detalha Cleverson, ao explicar como se preparou para ser medalhista. Ele conquistou medalha de prata na categoria Kata, mas não foi o único. Outros cinco colegas de turma também alcançaram a vitória, como Gleiziane Andrade Sousa Carvalho, de oito anos, prata duas vezes, nas categorias Kata e Kumite; Francisco Maryson da Silva Mota, nove anos, que é primo de Cleverson, alcançou também prata nas categorias Kata e Kumite; Cristian da Silva Souza, de 13 anos, bronze em Kata; e as irmãs Ana Paula Ferreira Morais e Emily Ferreira Oliveira, de 8 e 10 anos, que respectivamente foram ouro e bronze em Kata. Com as conquistas, a garotada se classificou para a final do Campeonato Cearense de Karate, programado para o dia 25 de novembro, no Colégio Imaculada Conceição. Participaram do evento, desse sábado, atletas de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Eusébio, Iguatu e Cedro.



As crianças são instruídas no Karatê pelo soldado Antonio Dario Gama Ferreira, mais conhecido como Gama, que é faixa preta 4º Dan de Karate, instrutor de Defesa Pessoal da Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp) e está na Polícia Militar cearense há sete anos e, hoje, dedica-se exclusivamente ao trabalho desenvolvido dentro do projeto Lutando Pela Paz na Uniseg 3. “Essa é uma nova forma de fazer a diferença na comunidade. O esporte é uma ferramenta fenomenal de prevenção”, enfatiza o militar, revelando que até pensou em participar da seleção para o Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), “mas preferi ficar”, completa.

As aulas de Karatê na Uniseg 3 são ministradas de segunda a sexta, durante a manhã e a noite. Atualmente, existem quatro turmas matriculadas, com uma quantidade de 15 a 20 alunos em cada. As crianças recebem ensinamento sobre a arte marcial, xadrez, ritmo e também aprendem a ter mais disciplina, atenção, equilíbrio e concentração, ensinamentos que não ficam só no tatame. “Também vou até a casa e a escola deles”, continua o SD Gama, ao explicar que o acompanhamento dado aos pequenos atletas rompe as imediações do local de treinamento esportivo.



“As meninas estão muito animadas e empolgadas. Elas gostam muito do SD Gama e das aulas e até dormiram com as medalhas quando chegaram da competição, sábado”, declara, com muito otimismo, Anaiz Ferreira Morais, que é mãe das medalhistas Ana Paula e Emily Ferreira. Ela conta que as filhas estão mais interessadas pelo esporte. “Minha filha mais velha (Ana Paula) falou que a medalha de bronze foi só a primeira (...). Esse é um projeto sério. As crianças são muito bem atendidas lá. Eu acho muito bom, é uma motivação para as crianças a convivência com os policiais”, acrescenta Anair Ferreira, que é moradora do bairro Conjunto Ceará.

A Uniseg 3 integra os bairros Conjunto Ceará I e II, Genibaú e Granja Portugal. O território é mais uma das áreas de atuação das ações desenvolvidas dentro do programa estadual Pacto por um Ceará Pacífico. “Essa interação entre a Polícia e a comunidade é muito importante. Além de proporcionar um ambiente mais saudável para a aprendizagem, torna os cidadãos agentes diretos na construção de uma sociedade pacificadora. O trabalho de uma cultura de paz passa, sobretudo, pela conscientização das nossas crianças e adolescentes sobre a importância da não violência e da valorização dos preceitos éticos que norteiam os princípios das artes marciais. O compromisso da Polícia Militar, por meio das Unisegs, no Projeto Lutando pela Paz, é construir uma cultura de paz que possa surgir diretamente da comunidade, principalmente, advinda das nossas crianças, nossas futuras gerações”, pontua o capitão Bruno Pereira, comandante do policiamento da Uniseg 3.

As aulas de Karate são ministradas desde o início de julho, no Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Conjunto Ceará, que fica na Avenida Alanis Maria Laurindo de Oliveira, 461. Quem quiser participar dos treinos, basta comparecer ao local nas segundas e sextas-feiras (dias de matrícula), entre 8 horas e 12h e 18h e 20h, e falar com o SD Gama.

Serviço:


Projeto Lutando pela Paz – Uniseg 3

Matrícula: segunda e sexta, de 8h às 12h e de 18h às 20h
Local: Centro de Cidadania e Direitos Humanos do Conjunto Ceará – Avenida Alanis Maria Laurindo de Oliveira, 461, bairro Conjunto Ceará
Contato: (85) 9.8744-6714


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Decembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6