Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Policiais militares participam de curso de operações especiais
Seg, 04 de Setembro de 2017 08:11


A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE), em parceria com a Polícia Militar do Ceará (PMCE), iniciou nesta sexta-feira (01), a segunda edição do Curso de Operações Especiais (Coesp).  A capacitação tem duração de aproximadamente quatro meses e treina os profissionais de segurança pública para missões de alta complexidade como resgate de reféns, desativação de artefatos explosivos, busca e captura de infratores em local de difícil acesso e operações de combate ao crime organizado. Um total de 44 policiais participam do treinamento, são 38 da PMCE; três policiais militares do Amazonas e outros três do estado do Mato Grosso.

Durante a abertura do curso, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, destacou o investimento do governo do Estado do Ceará na qualificação dos seus agentes. “Uma coisa que a gente tem tentado fazer diferente aqui na nossa gestão é investir em capacitação, tivemos o primeiro curso de operações táticas especiais da Polícia Civil, nunca antes realizado, e agora conseguimos realizar o segundo Coesp da história da Polícia Militar do Ceará”. Ele também reiterou a importância deste tipo de treinamento para o combate à criminalidade. “Nós precisamos estar preparados para o enfrentamento a esse crime organizado e para ter capacidade de atuação contra esse desafio, que é crescente, a gente precisa ter uma equipe pronta para dar resposta, seja em equipamentos, seja em viatura, em armamento, mas principalmente em conhecimento e em capacidade de reação”, pontuou André.  

Segundo o comandante do Policiamento Especializado da PMCE, Tenente-coronel Aginaldo de Oliveira – que também coordena o curso - esta é a capacitação mais completa da corporação, pois habilita o policial para atuar em qualquer ambiente ou cenário. Ele explica a programação do curso. “Vamos iniciar em uma fazenda, onde o aluno passa por uma série de treinamentos, onde vai se testar a capacidade rústica do homem. Depois passamos para as instruções técnicas mais operacionais, e aquele policial que consegue concluir o curso, ele sai mergulhador, escalador, paraquedista, ele sai homem tático-operacional e fica apto para qualquer tipo de ocorrência, em qualquer área: rural, urbana, na água, na montanha, na caatinga, ou na floresta”, destacou o oficial.

O curso também prevê treinamento fora do Estado, como no Batalhão de Operações Ribeirinhas da Marinha do Brasil, em Belém e nos Batalhões de Operações Especiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro e Goiás.

Para o capitão Paulo César dos Santos Júnior, que trabalha na 3ª Cia Gate/PMCE,  participar do Coesp vai muito além da realização profissional. “É um sonho e para pertencer a esse seleto grupo, a gente tem que dedicar realmente o corpo e a alma para vencer essa etapa. A expectativa é uma das melhores tendo em vista que o curso qualifica o policial a operar nas diversas áreas de enfrentamento”, declarou o militar.

A aula inaugural foi ministrada pelo Comandante da 10ª Região Militar do Exército, General Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, com o tema “As Forças Especiais no Brasil”. Além do titular da SSPDS, também estiveram presentes o secretário-adjunto da pasta, Alexandre Ávila de Vasconcelos; o diretor-geral da Aesp, Juarez Gomes Nunes Junior; o comandante-geral da PMCE, Coronel Ronaldo Viana; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, Coronel Heraldo Pacheco; o perito geral-adjunto da Pefoce, Jean Carlos Nogueira Araújo e o Procurador de Justiça Militar, Antônio Cerqueira, entre outras autoridades do sistema de segurança pública cearense.

Sobre o Coesp

O Coesp capacita seus participantes para aplicar com excelência as técnicas e táticas de operações especiais. Esta é a segunda edição do Curso de Operações Especiais na Polícia Militar do Ceará. O primeiro aconteceu em 1996 – na época 50 alunos iniciaram o treinamento e apenas 14 concluíram com êxito.

A programação do curso é diversificada e inclui instruções teóricas e práticas de: direitos humanos aplicados a operações especiais; gerenciamento de crises e negociação; operações químicas; atendimento pré hospitalar tático; defesa pessoal e combate corpo a corpo; natação utilitária e salvamento aquático; inteligência policial;operações ribeirinhas; operações helitransportadas; ações antibombas e contrabombas; paraquedismo operacional; conduta de patrulha e aplicações táticas; mergulho básico e operações subaquáticas; ações táticas em ambiente vertical; operações aquáticas; sobrevivência na caatinga, patrulha rural e ofidismo; patrulhamento tático e abordagem de alto risco; montanhismo e escalada; policiamento montado básico; policiamento com cães básico; sobrevivência policial e direção operacional off road, entre outras disciplinas da doutrina de operações especiais.

Fotos: Anny Almeida (Ascom Aesp)



 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2