Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Polícia Militar promove solenidade alusiva a Tiradentes e agracia civis e militares
Qua, 26 de Abril de 2017 18:35
A Polícia Militar do Estado do Ceará realizou, na tarde desta quarta-feira (26), no Quartel do Comando Geral, uma solenidade cívico-militar em alusão ao patrono das Polícias Militares do Brasil, Joaquim José da Silva Xavier, o “Tiradentes”. Na ocasião, civis e militares foram homenageados pelos serviços prestados à segurança pública do Estado do Ceará.

Os soldados Alexandre Arruda Silva e Pietron Ramires Souza da Silva receberam a Medalha por Bravura denominada Tiradentes pelos atos de indiscutível heroísmo praticados no decorrer da carreira policial-militar.  Para o soldado Ramires a medalha é uma forma de incentivar o bom policial. “Estou extremamente feliz, receber a medalha por bravura é muito gratificante. É uma honra servir e proteger a sociedade cearense”, disse.  O soldado Alexandre Arruda Silva agradeceu por ser agraciado e dedicou o momento em memória do Tenente Marcos Lira. “Tudo ocorre de forma muito rápida e você não tem muito tempo para pensar, mas agradeço a Deus por ter me auxiliado na ação. Estou muito satisfeito em receber essa medalha. Dedico a minha família e ao saudoso Tenente Marcos Lira”, afirmou o soldado.

Na ocasião, os três policiais militares que sobreviveram a um confronto armado em junho do ano passado, na estrada de terra que liga a localidade de Juatama a sede do município de Quixadá, foram promovidos por bravura. O 2° Sargento PM João Alves Campos, o Cabo PM José Ribamar Bezerra Júnior e a Soldado PM Michelly Pereira Mariano, todos pertencentes ao efetivo da 1ª CIA/9°BPM (Quixadá), foram promovidos a 1° Sargento, 3° Sargento e Cabo, respectivamente.

“Quando lembro os momentos de desespero, agradeço a Deus por estar vivo. Sinto falta dos meus colegas que tombaram naquele dia. Estou muito contente pela promoção e agradeço ao Comando da Corporação pelo reconhecimento”, conta o 3º Sargento Ribamar.

Dez pessoas que contribuíram para a Segurança Pública do Estado foram agraciadas com o Bóton Alferes Tiradentes, entre essas, destaca-se o Secretário da Segurança, André Costa. Para o titular da pasta, não existem palavras para expressar a felicidade em ver policiais sendo reconhecidos e valorizados  por seus comandantes. André Costa ressaltou a importância de elogiar os militares que mesmo com o risco da própria vida, abraçaram a profissão.



O Coronel Comandante Geral, Ronaldo Viana, parabenizou todos os policiais militares e, de modo especial, os agentes que estava sendo agraciados. “É importante parabenizar atitudes como a desses policiais, mesmo enfrentando a morte, eles não recuaram, ressaltou o Coronel.

Relembre os casos

O soldado Ramires evitou, no dia 12 de Abril de 2016, em um guichê no Terminal Rodoviário de Messejana, uma ação criminosa que culminaria em um roubo, mesmo estando de folga e em inferioridade numérica. Os suspeitos estavam armados e chegaram ao local em uma motocicleta, com um automóvel dando apoio a ação.

Alexandre Arruda Silva, soldado da PMCE, durante ação que culminou no assassinato do 1º Tenente Marcos Lira, no dia 14 de Novembro de 2016, agiu de forma rápida e anulou os dois envolvidos no crime, antes que fugissem do local.

O 2° Sargento PM João Alves Campos, o Cabo PM José Ribamar Bezerra Júnior e a Soldado PM Michelly Pereira Mariano, todos pertencentes ao efetivo da 1ª CIA/9°BPM (Quixadá), sobreviveram a um confronto armado em junho do ano passado, na estrada de terra que liga a localidade de Juatama a sede do município de Quixadá.

Promoção por Bravura

A promoção por bravura, a ser aferida por comissão de meritoriedade designada pelo Coronel Comandante-Geral, resulta de ato, ou atos, não comuns de coragem e audácia, que, ultrapassando os limites normais do cumprimento do dever, representem feitos de notório mérito, em operação ou ação inerente à missão institucional da corporação militar em serviço ou de folga. Diante disso, entende-se a promoção por bravura como sendo uma medida excepcionalíssima, tendo o seu fundamento na prova indubitável de que o militar agiu com coragem e audácia, não comuns, que haja ultrapassado os limites normais do cumprimento do seu dever, no desempenho de sua função, ou ainda, em razão dela, consubstanciando em feito de notório mérito, bem como, de inquestionável reconhecimento por parte de todos os integrantes da sociedade cearense.


 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2