Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Sancionada Lei que equipara média salarial do nordeste no Ceará para PMs e BMs
Qui, 06 de Abril de 2017 17:15

Na manhã desta quinta feira (06), o Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, sancionou a lei de equiparação da média salarial do Nordeste da Polícia Militar do Ceará (PMCE). O ato aconteceu no Palácio da Abolição com a presença de oficiais e praças da Corporação.

Os novos vencimentos são compromissos de campanha do Governador e beneficiam todos os postos e graduações da Instituição. Os valores percentuais foram construídos por meio de estudos realizados por uma comissão estabelecida pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social – SSPDS, que analisou os vencimentos de todos os estados nordestinos.

Com um discurso de avanços na pasta da Segurança Pública, o Secretário André Costa, pontuou que os investimentos na valorização do profissional de segurança, são implementos que todo gestor deve estar focado. Segundo o Secretário “é inadmissível um policial sair para trabalhar, e nesse trajeto não ter, com ele, a garantia de um princípio básico, que é ter uma arma sob sua cautela”. Diante deste posicionamento, André Costa reafirma o empenho de aplicar um recurso, já autorizado pelo governador, para realizar a compra do quantitativo para adquirir armamento necessário para a tropa, com isso, nenhum policial do estado ficará na condição de ausência desse instrumento de trabalho.


Ainda segundo o Secretário, sua postura a frente da secretaria da segurança é de abertura e diálogo para escutar e atender, quando possível, as demandas tanto dos agentes públicos como das associações envolvidas no trato com essa categoria de servidores.

Ouvimos alguns policiais que estavam presentes no ato de sanção da média salarial. Em tom de expectativa, antes no anúncio oficial, o Soldado PM Wilkerson relata que “só vamos saber, quando forem divulgados os reais trâmites, as expectativas são as melhores, mas só podemos observar com o passar do tempo”. Para o Comandante da Uniseg 01, Capitão PM Messias Mendes “o reconhecimento para a categoria, vem com a materialização de um sonho, em ter os salários nivelados com os dos outros estados do nordeste”.

Segundo o Major PM Landim, que está à frente do Batalhão de Divisas, “a média salarial faz justiça e essa equiparação com os valores dentro da realidade do nordeste, eleva o sentimento de motivação para todos que compõem a tropa militar”.

Já para o Sub Tenente PM Venâncio, o militar considera que o ato sobre o reajuste “é de muita importância haja vista, ser uma promessa de campanha que agora está sendo cumprida. É sem dúvida um momento oportuno onde, com essa média, vai trazer para o policial um conforto, em especial para sua família”.

Por fim, o Governador Camilo Santana, além de sancionar a lei que aplica a equiparação salarial aos Policiais e Bombeiros do Ceará com a média do nordeste, onde o ato é considerado histórico em benefício desta categoria. Camilo expressou diversas ações que estão nas prioridades da sua administração, com um destaque especial para a Segurança Pública. Dentre as novidades estão, em breve, a entrega de novas viaturas com nova adesivagem, a garantia do armamento e de coletes de proteção balística sob cautela para cada Policial Militar.

O Governador reconheceu a crise financeira que atinge o estado, como de maneira geral o país, e sem medir esforços no combate à criminalidade, o quantitativo de policiais dentro da Corporação será ampliado. A convocação de duas turmas com cerca de 1.400 candidatos cada, aprovados em concurso, já em formação com a primeira turma iniciada na última segunda feira (03/04). Somada a convocação, já autorizada para este ano, da segunda turma para o Curso de Formação Profissional de Soldados, para compor os quadros da PMCE. Em conjunto a outras ações, como a ampliação do Batalhão Raio em mais 20 municípios cearenses.

 

 

Veja abaixo os novos valores após a equiparação da média do Nordeste no Ceará:

Coronel – de R$ 10.873,72 para R$ 15.300,08 (41%)

Ten Coronel – de R$ 8.894,25 para R$ 12.540,72 (41%)

Major – de R$ 7.337,86 para R$ 10.858,49 (48%)

Capitão – de R$ 6.523,07 para R$ 9.092,10 (39,4%)

1º Tenente – de R$ 4.896,52 para R$ 7.234,08 (47,8%)

2º Tenente – de R$ 4.488,98 para R$ 6.261,24 (39,5%)

ASP A OFICIAL – de R$ 4.124,03 para R$ 5.619,05 (35,5%%)

Subtenente - de R$ 4.124,03 para R$ 5.619,05 (36,3%)

1º Sargento – de R$3.827,12 para R$ 4.924,87 (28,7%)

1º Sargento – de R$ 3.547,48 para R$ 4.490,89 (26,6%)

3º Sargento - R$ 3.220,89 para R$ 3.923,73 (21,9%)

Cabo - de R$ 3.216,22 para R$ 3.463,41 (7,7%)

Soldado – de R$ 3.134,58 para R$ 3.253,51 (3,8%)


 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2