Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Segurança pública: Fortaleza tem novembro menos violento dos últimos seis anos
Sex, 09 de Dezembro de 2016 07:46


Capital teve queda de 35,8% nas mortes violentas na comparação de novembro com o mesmo mês do ano passado. O Estado segue com redução acumulada no ano de 15,7%


O Governo do Ceará, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), divulgou nesta quinta-feira (8) os índices atualizados das mortes violentas no Estado, em reunião mensal de monitoramento do programa Em Defesa da Vida, com a presença do governador Camilo Santana. Maior redução dentre as regiões cearenses, Fortaleza registrou no mês passado o melhor novembro dos últimos seis anos.

Nos números absolutos de novembro de 2016, a capital cearense registrou 97 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), que englobam homicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios, enquanto no mesmo mês de 2015, foram 151 casos, o que representa uma diminuição de 35,8%. Já o Ceará registrou 298 CVLIs, no mês passado, o que significa uma queda de 15,8% ante os 354 casos de novembro de 2015.

Sobre o planejamento estadual, o governador Camilo Santana destacou que pelo segundo ano consecutivo a meta do Programa Em Defesa da Vida - redução de 6% por ano - tem sido batida. "No ano passado conseguimos reduzir 9,5%, e esse ano o acumulado até novembro é de quase 16%. Ou seja, basicamente 10 pontos percentuais acima da meta. É um bom resultado", comentou.

O governador ressaltou que os resultados colhidos pelo Ceará na área de Segurança Pública são frutos dos incessantes esforços do Estado para cada vez mais investir em estrutura e programas capazes de diminuir a violência em todo o território cearense. "Ainda precisamos reduzir bastante para chegar a índices desejáveis mundialmente, mas para isso temos procurado fazer investimentos, mesmo num momento de tanta dificuldade que a economia do país atravessa. Essa semana mesmo (na última segunda-feira) nomeei mais 255 novos profissionais da Polícia Civil, entre delegados, inspetores e escrivães. Nos dois últimos anos foram mais de 2.500 homens que ingressaram na área de Segurança Pública do Estado do Ceará", enfatizou. “Nós estamos procurando sempre investir dentro das limitações. É muito importante o passo que o Ceará dá no caminho de queda significativa no índice na questão de homicídios", emendou Camilo.

Números pelo Estado

Há 15 meses, tanto o Estado quanto a Capital vêm apresentando mensalmente reduções nos números de CVLIs. Em novembro último, os percentuais de diminuição nos dois territórios ficaram bem acima da meta estabelecida pelo Programa Em Defesa da Vida, que é de 6%. A Capital, que historicamente era o território que puxava a alta nos CVLIs, tem sido responsável por impulsionar as reduções seguidas que os índices vêm apresentando mensalmente.

O Interior Norte também teve redução no número de vítimas, passando de 62 para 53 mortes (-14,5%). Já na Região Metropolitana de Fortaleza, em novembro, houve alta de 3,3%, em relação ao mesmo mês de 2015, passando de 60 para 62 casos. O Interior Sul apresentou crescimento de 6,2%, indo de 81 para 86 CVLIs.

Acumulado do ano

Os 11 meses de 2016 apresentaram redução de 15,7% nos casos de mortes violentas intencionais, caindo de 3.660, em 2015, para 3.087 vítimas este ano no Ceará. O resultado é mais que o dobro da meta de 6% estabelecida pelo Programa Em Defesa da Vida. No período, 573 vidas foram salvas. Já a Capital, teve baixa de 39,8%, passando de 1.529 casos no ano passado para 920 este ano. O Interior Norte também teve queda de 3,5%, indo de 607 para 586 vítimas. O Interior Sul registrou acréscimo de 3,4%, indo de 826 para 854 vítimas. A Região Metropolitana teve aumento (4,3%), com números absolutos de 697 e 727 ocorrências, de janeiro a novembro de 2015 e 2016, respectivamente.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2