Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
AESP: Policiais concluem curso de controle de distúrbios civis
Sex, 09 de Setembro de 2016 18:23

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE) realizou, nesta sexta-feira (09), a solenidade de encerramento da 8ª edição do Curso de Controle de Distúrbios Civis (CDC). A partir de agora, o Estado conta com o reforço de mais 29 policiais militares habilitados para atuarem na Companhia CDC, subunidade do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) da PMCE, responsável por restabelecer a ordem em situações que envolvam tumultos, controle de multidões e gerenciamento de crise, atuando principalmente em locais como: praças desportivas, estádios, manifestações em público, shows e outros grandes eventos.

Com uma carga horária de 252 horas/aulas, o treinamento durou cerca de 40 dias e contemplou em sua grade curricular disciplinas de direitos humanos; ética e cidadania; armamento, munição e tiro; atendimento pré-hospitalar; procedimento de reintegração de posse; procedimentos em arenas esportivas; procedimentos em eventos e estabelecimentos prisionais; técnicas de imobilização policial; técnicas e táticas de CDC; fundamentos jurídicos da atividade de CDC; operações com dispositivos elétricos incapacitantes; instrumentos de menor potencial ofensivo; gerenciamento de crises e diversidades sócio cultural.

Segundo o comandante do Batalhão de Policiamento de Choque, tenente-coronel PM Alexandre Ávila de Vasconcelos, o controle de distúrbios civis é uma das áreas mais complexas da segurança pública e necessita de profissionais especializados. “O controle de distúrbios civis é o restabelecimento da ordem em situações de manifestações, em situações de rebeliões de estabelecimentos penais e outras situações em que o policial precisa restabelecer a ordem e proteger as pessoas utilizando meios de menor potencial ofensivo e quando a tropa de choque atua. Ela age visando preservar os direitos e as garantias de todas as pessoas, sejam elas manifestantes ou pessoas que estão simplesmente transitando nas ruas ou mesmo dos próprios policiais. Esta é uma situação que exige um policial que tenha um autocontrole emocional, excelente preparo e capacidade de atuar de uma forma única, em uma situação que se torna cada vez mais presente na nossa sociedade”, pontuou.

A solenidade de encerramento foi marcada por uma demonstração prática dos tipos de formação de controle de distúrbios civis. Comandados pelo primeiro-tenente da PMCE, Ytallo Costa, que obteve o primeiro lugar no curso, os novos especialistas apresentaram algumas das técnicas e táticas aprendidas durante o treinamento. Para o oficial, a capacitação trouxe engrandecimento pessoal e profissional. “Considero esse curso uma oportunidade única para nossa carreira. Aqui nós aprendemos a restabelecer a ordem quando a capacidade operativa da tropa ordinária não resolver e a conviver com as adversidades. Temos que ter sempre como foco trabalharmos juntos e unidos, independente da situação”, ressaltou Ytallo.

O evento contou com a presença do secretário executivo da AESP, Delegado Lúcio Torres; do comandante do BPChoque, tenente-coronel PM Alexandre Ávila; do coordenador de ensino da Academia,  tenente-coronel PM Antônio Clairton Alves de Abreu, e do orientador da Célula de Formação Continuada da AESP, Delegado Demóstenes Cartaxo, entre outros profissionais.


Fonte: SSPDS

 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2