Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Operação Nômade desarticula quadrilha e cumpre busca em 230 casas na Sapiranga
Seg, 30 de Junho de 2014 17:21

Na manhã desta sexta-feira (27), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) deu início a um novo ciclo de operações integradas e de repressão qualificada envolvendo suas vinculadas, Ministério Público (MP) e Poder Judiciário. Trata-se da Operação Nômade, que integra as ações do programa Em Defesa da Vida.

Pela primeira vez no Estado, a Polícia cumpriu mandado de busca e apreensão coletivo, onde 230 casas localizadas nas comunidades do Muro Alto (200) e Uruca (30), no bairro Sapiranga, na Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza, foram vistoriadas. Quatro pessoas foram presas, entre elas, o “Biul” (33), apontando como chefe do tráfico da “Gangue do Muro Alto”. Ele já responde por homicídio e havia saído recentemente da cadeia.

Além dele, a Polícia efetuou a prisão de um jovem de 18 anos, junto com “Biul”, ele portava uma pistola calibre 45 de uso restrito das forças armadas, além de crack, cocaína, maconha e R$ 139 em dinheiro trocado. Também foi preso Lucas Meneses da Silva (19), portando um revólver calibre 38, e Maria Elisângela Ribeiro de Sousa (29), presa com maconha e cocaína. Três adolescentes - duas de 16 anos e uma 13 - foram apreendidas também durante a Operação Nômade por porte de drogas. Todos eles foram encaminhados à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), exceto às adolescentes, que foram direcionadas à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foram detidas por uso de entorpecentes.

Efetivo

Quatrocentos e oitenta e oito agentes da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional, Coordenadoria de Inteligência e Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS, além de agentes da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC) e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), foram empregados na ofensiva.

A Operação Nômade deve ser direcionada, ainda, a outras localidades, conforme levantamento da Coordenadoria de Inteligência e a mancha da criminalidade do Estado. Para o Coordenador de Planejamento Operacional da SSPDS, Delegado Fernando Menezes, com a sistemática implementada, as áreas que apresentam problemas passarão por mapeamento, com o objetivo principal de coibir as práticas criminosas e proteger o cidadão de bem que reside nestes pontos.

Ainda segundo ele, a expectativa é que a parceria com o Ministério Público e o Poder Judiciário resulte em outros mandados coletivos, iniciativa inédita no Ceará que permite a repressão ao crime de maneira mais efetiva e abrangente.

 

Calendário

Novembro 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 1 2